Como combater o ácaro-da-mancha-anelar no coqueiro?


Um dos problemas que o coqueiro apresenta é a presença do ácaro-da-mancha-anelar (Amrineus cocofolius), que ataca a superfície dos frutos do quinto ao sexto cacho da planta, a partir da inflorescência aberta. Os frutos danificados perdem o brilho, ficam opacos e acinzentados e, à medida que se desenvolvem, registram pequenas pontuações marrons, que evoluem para necroses que circundam o coco no seu diâmetro equatorial, formando uma cinta ou anel ao seu redor. A necrose é bastante superficial e, normalmente, não altera peso e tamanho do fruto.


Em plantios comerciais, afeta o valor comercial do coco destinado ao mercado de fruto in natura. A praga pode ser controlada aplicando-se, em intervalos de 20 dias, uma mistura de óleo vegetal bruto a 1,5% com detergente neutro a 1% até o desaparecimento dos danos nos cachos mais novos.


Acaricidas de contato registrados para controle do ácaro-da-necrose (Aceria guerreronis) também mostram-se eficientes quando utilizados no controle do ácaro-da-mancha-anelar. O alongamento, tamanho pequeno e cinturamento dos frutos são características atribuídas à falta de água e de uma nutrição adequada, fatores essenciais para o bom desenvolvimento e produção do coqueiro.



Fonte: GLOBO RURAL

Por: JOÃO MATHIAS


Posts Em Destaque
Posts Recentes