Milho: Bolsa de Chicago segue apresentando leves quedas


As cotações futuras do milho na Bolsa de Chicago (CBOT) seguem da mesma maneira que iniciaram nesta segunda-feira (10), com preços próximos da estabilidade apresentando leves baixas. Por volta das 12h01 (horário de Brasília) os valores registravam flutuações negativas entre 0,25 e 1,75 pontos. A cotação para dezembro/18 operava a US$ 3,73 por bushel e o março/19 trabalhava a US$ 3,84 por bushel.


De acordo com análise feita Tony Dreibus da Successful Farming, os pregões dessa segunda-feira seguem em baixa com os investidores esperando para ver quando a China retomará as compras de suprimentos dos Estados Unidos. O prazo para as duas potências entrarem em acordo é 1º de março, ou os EUA disseram que vão aumentar as tarifas de 10% a 25% sobre o valor de US $ 200 bilhões em produtos chineses.


O representante comercial Robert Lighthizer disse neste fim de semana que há um "prazo rígido" para que as negociações sejam concluídas. Sua postura linha-dura assustou alguns investidores que acreditam que os lados não conseguirão chegar a um acordo em tão pouco tempo depois de disputar a maior parte do segundo semestre de 2018.


B3 Na bolsa brasileira as cotações futuras do milho também se mantiveram próximas da estabilidade, flutuando levemente entre baixa e alta. Por voltas das 11h39 (horário de Brasília) os principais vencimentos da commodity apresentavam mudanças entre 0,35% negativo e 0,23% positivo. O janeiro/19 trabalhava a R$ 37,51 a saca e o março/19 operava a R$ 37,55 a saca.



Fonte: Notícias Agrícolas Por: Guilherme Dorigatti


Posts Em Destaque