Além do Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul podem replantar soja

October 21, 2019

Segundo consultoria AgRural, produtores paranaenses enfrentam ritmo mais atrasado de semeadura em 8 safras

 

O ritmo de plantio da soja na semana passada não foi ruim no Paraná, de acordo com a consultoria AgRural. Mesmo assim, o índice de 33% da área, semeada até quinta-feira, 17, representam o mais baixo para esta época do ano desde 2011/2012. 

 

“Se as chuvas não melhorarem na segunda quinzena de outubro, o plantio da segunda safra de milho deverá enfrentar problemas em 2020, já que a janela ideal do oeste paranaense se fecha em meados de fevereiro”, relata a AgRural.

  • Atrasado ou na média? Plantio da soja ganha bom ritmo em MT e PR

  • RS: produtor terá que se organizar para plantar e manejar a soja com tantas chuvas

Não bastasse o atraso, parte dos produtores do oeste do estado vai precisar replantar o grão por conta do tempo seco. Também já se fala em replantio em regiões de São Paulo e de Mato Grosso do Sul, mas em áreas menos extensas.

 

Brasil

 

No Brasil, o plantio da safra 2019/2020 da oleaginosa teve mais uma semana de bom avanço no Brasil. Até a quinta, 21% da área estimada para o país estava semeada, em linha com a média de cinco anos. Uma semana antes, 11% da área estava plantada. No mesmo período do ano passado, o plantio estava feito em 34% da área.

 

O bom ritmo foi puxado mais uma vez por Mato Grosso, que na já havia semeado quase metade de sua área de soja. Embora as chuvas ainda estejam irregulares em alguns pontos do estado, volumes e cobertura melhoraram na primeira quinzena de outubro, permitindo que os produtores superassem o atraso inicial observado em setembro.

 

Fonte: Canal Rural.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Novas instalações da Coopersa foram inauguradas nessa segunda-feira (10)

December 12, 2018

1/1
Please reload

Posts Recentes