Em MS lavouras com milho safrinha apresentam baixa incidência de doenças


Até mesmo os híbridos de milho, que costumam ser mais vulneráveis as doenças, não sofreram tanto.

No Mato Grosso do Sul, muitos produtores não plantaram o milho segunda safra, por conta das previsões de geadas, que foram anunciadas no início do ano. Porém os que decidiram plantar o milho safrinha, não sofreram tanto com ocorrência de

doenças, nas lavouras, do estado.

Este ano as lavouras, apresentaram uma baixa intensidade de doenças, a explicação está no clima mais seco, a estiagem no início da plantação influenciou, é o que explica Alexandre Diniz Roesch, analista de apoio a pesquisa da Embrapa Agropecuária Oeste, unidade localizada em Dourados MS.

Até mesmo os híbridos de milho, que costumam ser mais vulneráveis as doenças, não sofreram tanto. Nas lavouras os produtores fizeram aplicações controladas de fungicida, o que foi suficiente para resolver o problemas. Nesta reta final, alguns produtores perceberam ocorrência no colmo e espiga, que provocam podridão dos grãos, porém tudo com baixa intensidade, nada fora do normal.


Posts Em Destaque
Posts Recentes