O mercado de suínos passou apertado em 2018


No segundo semestre, porém, a cotação se recuperou. De julho a dezembro, o preço do cevado subiu 28,3%. Além do movimento sazonal de recuperação na segunda metade do ano, houve outros fatores, entre eles: a menor disponibilidade de animais e produtos, passada a crise com a greve dos caminhoneiros, e as exportações ganhando ritmo, com o dólar favorável.


No âmbito externo, os embarques de carne in natura de janeiro a novembro foram 8,4% menores que no mesmo intervalo em 2017. No entanto, no segundo semestre, de julho a novembro o país exportou 33,4% mais em volume que em toda a primeira metade do ano. A Rússia, que foi a principal compradora do produto brasileiro em 2017, retomou as compras em novembro. Os russos haviam embargado as importações do produto brasileiro em novembro de 2017.


Para 2019, se as reformas econômicas permitirem e os indicadores continuarem seu movimento de melhoria, a expectativa é que a demanda doméstica cresça. Junto a isso, há perspectiva de elevação na demanda internacional, especialmente para a China e para a Rússia. Do lado da oferta, a Scot Consultoria projeta aumento entre 1% e 3% na produção de carne suína, frente a 2018.



Fonte: SCOT CONSULTORIA


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

A Cooperativa Agroindustrial Amambai – COOPERSA, fundada em 29 de junho de 1993, inscrita no CNPJ sob n. 70.363.650/0001-87, com inscrição estadual n. 28.289.944-8, esta localizada no município de Amambai na Estrada Municipal Amambai/Sertãozinho Km 01.

Contato

(67) 3481-2287

Av. Pedro Manvailler, 4632 - Vila Cristina, Amambai - MS

© 2018. Coopersa. Criado orgulhosamente por Eficienthis